Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

114 mil concluíram vacinação

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

A campanha de imunização contra a covid-19 segue com a aplicação para os grupos prioritários. Ontem, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou que já foram aplicadas 431.804 doses da vacina, das quais 317.513 foram primeiras doses. Prevista prevista a chegada de mais 102 mil doses da vacina CoronaVac ao Estado na madrugada de hoje. Ao todo, já foram feitas a primeira dose do imunizante em 159.246 trabalhadores de saúde; 23.982 povos indígenas aldeados; 5.587 idosos em Instituições de Longa Permanência; 9,964 idosos de 75 a 79 anos; 38.344 idosos de 80 a 84 anos; 79.538 idosos a partir de 85 anos; além de 852 pessoas com deficiência institucionalizadas. Em relação à segunda dose da vacina contra a covid-19, já foram beneficiados 87.490 trabalhadores de saúde; 22.193 povos indígenas aldeados; 4.077 idosos institucionalizados; 33 idosos a partir de 85 anos e 498 pessoas com deficiência institucionalizadas; totalizando 114.291 pessoas que já finalizaram o esquema de imunização.

LEITOS

Pernambuco segue com alta ocupação sem número de leitos. Ontem, de acordo com a SES, 92% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) dos hospitais públicos estavam ocupados com pacientes que apresentavam quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave, incluindo, portanto, casos suspeitos e confirmados da covid-19. Já nos leitos de enfermaria, uma ocupação era de 78%. Entre os hospitais da rede privada, 482 pessoas estavam internadas com o mesmo quadro de saúde. Cerca de 87% dos leitos de UTI permaneceram ocupados ontem. Os de enfermaria representaram 46%, segundo o boletim. ‘Temos um monitoramento permanente e diário da pandemia da Covid-19 e estamos atento aos indicadores de todas as regiões do Estado. A partir dos dados epidemiológicos e das solicitações de leito das últimas semanas, estamos fazendo as ampliações necessárias na rede para garantir o atendimento a todos, informou o secretário estadual de Saúde, André Longo.