Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Variante inédita é detectada em MG

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

Uma nova variante da Covid-19, que já circulava nos Estados Unidos, foi detectada na primeira reinfecção registrada em Minas Gerais. A linhagem ainda não tinha sido encontrada no Brasil. As informações são do Laboratório de Imunopatologia da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) com base nos principais bancos de dados globais de informações genéticas do Sars-CoV-2.

A reinfecção foi confirmada em trabalho conjunto da UFOP com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Fundação Ezequiel Dias (Funed). Foi detectada a linhagem B.1.2 em um médico de 29 anos, morador de Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, que apresentou sintomas da Covid-19 pela segunda vez em 6 de janeiro.

A primeira infecção ocorreu há cerca de 230 dias, em maio de 2020, quando o médico testou positivo com a linhagem B.1.1.28. Não houve necessidade de internação nas duas infecções.

Segundo o pesquisador do Laboratório de Imunopatologia da UFOP Alexandre Reis, não é possível afirmar que a exposição a uma nova linhagem do vírus tenha sido o único fator responsável pela reinfecção.