Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Reforço para cumprir decreto

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

Para garantir o cumprimento das medidas mais rígidas de combate à covid-19, iniciadas na última quarta-feira, o governo do Estado anunciou ontem que vai escalar mais de 3,4 mil profissionais da segurança para atuarem nas fiscalizações. Até o dia 17, serviços considerados não essenciais, como bares e restaurantes, devem permanecer fechados entre as 20h e 5h (dias úteis) e ao longo de todo o sábado e domingo. O reforço dessa fiscalização foi confirmado pelo secretário executivo de Defesa Social, Humberto Freire, em pronunciamento pela internet.”Isso representa um investimento de mais de R$ 720 mil para que a gente possa, em conjunto com os municípios, fiscalizar todas as áreas que precisam ser fiscalizadas para o cumprimento dessas novas medidas nesse novo momento de forte de transmissão”, disse Freire. Ainda segundo ele, houve uma reunião com representantes dos municípios litorâneos de Pernambuco para pactuar fiscalizações específicas para a região de praias e parques, proibidos ao longo do sábado e do domingo. Apenas atividades esportivas individuais estarão liberadas. “É importante que a gente mantenha essa não utilização das praias nos finais de semana. Nós estaremos com equipes das polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, em conjunto com as equipes municipais e estaduais, como o Procon e Apevisa, para que, realmente, as praias e parques não sejam utilizados”, comentou.

FLAGRANTES

A primeira noite de fiscalização das medidas mais rígidas, na quarta-feira, flagrou o descumprimento em alguns estabelecimentos. Segundo o Procon de Pernambuco, três lojas de conveniência, localizadas nos bairros de Campo Grande e Hipódromo, ambos na Zona Norte do Recife, e em Casa Caiada, em Olinda, foram autuadas por estarem funcionando fora do horário permitido. O valor das multas ainda será definido pelo órgão. Vale reforçar que os postos de combustíveis estão autorizados a funcionar normalmente, mas com as lojas de conveniência fechadas depois das 20h. “É importante que a população compreenda que não temos interesse em fechar nada, em prejudicar nenhum setor. Mas a situação é de emergência e precisamos cumprir as medidas para preservar a vida das pessoas”, disse o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. Denúncias podem ser feitas das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, no 0800.282.1512, ou de domingo a domingo, 24 horas por dia, no WhatsApp – 81 3181.7000 ou no Instagram – @proconpe. Outra opção é telefonar para o número 190, da Polícia Militar.