Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Recorde de vacinados em 24h

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

COVID-19 Na última sexta-feira 54 mil pessoas foram vacinadas em Pernambuco, maior número diário desde o início da campanha de imunização

Em meio a recordes frequentes de aumento de casos de covid-19 e altos índices de ocupação em leitos de UTI, uma boa notícia em Pernambuco: o Estado bateu recorde de pessoas vacinadas em um só dia. Segundo o governador Paulo Câmara, em pronunciamento divulgado ontem foram imunizadas cerca de 54 mil pessoas na última sexta-feira (26). O maior Número antes tinha sido na terça-feira passada (23), quando 51 mil pernambucanos recebidos uma dose de vacina. Anteontem chegou ao Estado mais de 177 mil novas doses de vacina (133.200 da Coronavac e 44.720 da AstraZeneca / Oxford), distribuídas no mesmo dia para as gerências regionais de saúde.

Uma nova remessa possibilitou avançar na imunização de idosos e ampliar a idade das pessoas vacinadas para acima de 65 anos em todos os municípios pernambucanos. Um total de 880.576 pessoas, de acordo com a Secretaria Estadual de Saude, já começou a ser imunizado contra a doença. Desse número, 670.980 pessoas receberam a primeira dose. “Isso deixa claro que, com disponibilidade de vacinas, temos condições de imunizar nossa população com segurança e velocidade para interromper a aceleração da pandemia”, destacou Paulo Câmara. Ontem foram registrados 2.157 novos casos da covid-19. A média móvel de casos no Estado ficou em 1.968, a maior da pandemia, superando o dia 26 de março (1.960) e 25 do mesmo mês (1.958). Agora Pernambuco totaliza 343.406 pessoas infectadas, sendo 35.439 graves e 307.967 leves. Houve 60 mortes nas últimas 24h, chegando 11.975 óbitos desde março do ano passado. O número deste sábado apresenta uma tendência de alta de 49% com relação a média móvel de 14 dias atrás. A média móvel é considerada a melhor forma de medir o comportamento da pandemia. Ela contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás.

Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade. Havia ontem 1.890 pacientes com covid-19 internados em UTIs de hospitais públicos e privados. Nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) eram 1.440 pessoas e nos leitos de unidades particulares, 450. As taxas de ocupação foram, respectivamente, 96% e 91%. Nas enfermarias, também juntando redes pública e privada, existem 1.256 pessoas em tratamento contra o novo coronavírus: 1.034 em hospitais do SUS e 222 em unidades particulares. Mais de 880 mil pessoas já receberam pelo menos uma dose