Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

14 mil vidas interrompidas pela Covid-19

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

Só em abril foram contabilizados 1.863 óbitos no estado, maior marca desde junho de 2020. Governo voltou a prorrogar suspensão das cirurgias eletivas

Pouco mais de um ano após os primeiros casos de coronavírus em Pernambuco, a pandemia segue sem dar sinais de trégua. Na sexta-feira, o estado ultrapassou a marca de 14 mil mortes confirmadas, com 71 novos registros. O mês de abril se encerrou com o maior número de vítimas fatais contabilizadas desde junho de 2020. Foram 1.863 óbitos, dos quais 987 ocorreram nos últimos 15 dias, desde que foi ultrapassada a marca de 13 mil mortes.

O sistema de saúde segue enfrentando forte demanda, com ocupação de 96% nas UTIs reguladas pela rede estadual, onde 1.579 pacientes estão internados. Somando com as unidades de terapia intensiva dos hospitais privados, que têm ocupação de 88% dos leitos, são 2.021 pernambucanos lutando pela vida atualmente.

Para reduzir a pressão, foi prorrogada até 9 de maio a suspensão das cirurgias eletivas que demandem internação hospitalar em toda a rede de saúde de Pernambuco. Esses procedimentos são caracterizados como operações que possam ser adiadas ou reprogramados sem prejuízo à saúde do paciente.

Continuam mantidas as cirurgias eletivas consideradas inadiáveis, como as oncológicas, cardíacas, transplantes e procedimentos que possam causar dano permanente em caso de adiamento. Também podem continuar ocorrendo as cirurgias ambulatoriais que não demandam internamento hospitalar. Consultas ambulatoriais e os serviços de urgência e emergência  também estão mantidos.

A Secretaria Estadual de Saúde reitera, ainda, que os servidores que atuam nessas cirurgias eletivas e foram realocados para outras áreas da assistência hospitalar ou teletrabalho serão mantidos nessas funções.

VACINAÇÃO
Em meio à tristeza causada pela pandemia, uma marca positiva foi alcançada nesta sexta-feira. Com pouco mais três meses da chegada das primeiras vacinas contra a Covid-19 em território pernambucano, o estado ultrapassou dois milhões de doses aplicadas em sua população. Foram exatas 2.022.197 doses de vacinas. Com isso, 1.364.484 pessoas já receberam a primeira aplicação do imunizante e 657.713 pernambucanos e pernambucanas finalizaram o esquema com as duas doses.

Números

  • 1.917 casos da Covid-19 foram detectados na sexta-feira

  • 406.585 diagnósticos desde o começo da pandemia

  • 71 novos óbitos (ocorridos entre os dias 03/06/2020 e 29/04/2021 e confirmados ontem)
    – 36 femininos
    – 35 masculinos

  • 14.038 mortes pela doença ao todo