Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Boletim registra mais 52 mortes e 730 casos

As matérias veiculadas pelo jornal citado como “fonte” não representam a opinião do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). O clipping tem por objetivo atualizar os leitores das principais notícias referentes à saúde veiculadas no país e, principalmente, no estado de Pernambuco

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou ontem que mais 52 pessoas morreram em decorrência da covid-19 em Pernambuco, levando o Estado a contabilizar 14.180 óbitos desde o início da pandemia. Além disso, 730 novos casos da enfermidade foram registrados nas últimas 24 horas, sendo 102 (14%) graves e 628 (86%) leves. “Agora, Pernambuco totaliza 409.493 casos confirmados da doença, sendo 40.533 graves e 368.960 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha”, diz a pasta. Conforme os dados do Governo do Estado, 97% dos 1.643 leitos de terapia intensiva disponíveis para pacientes com covid-19 na rede pública de Pernambuco estão ocupados atualmente. Dos 1.241 leitos de enfermaria, 80% têm pacientes hoje. Na rede privada, a situação é um pouco melhor. Segundo a SES, 88% dos 498 leitos de UTI para covid-19 dos hospitais particulares do Estado estão em uso, enquanto 70% dos 343 leitos de enfermaria estão ocupados. De acordo com a SES, as cidades que tiveram o maior número de mortes por covid-19 nesta última atualização de dados foram o Recife (15), Jaboatão dos Guararapes (7) e Paulista (5). As vítimas tinham entre 30 e 88 anos e 36 delas tinham algum tipo de comorbidade, como doença cardiovascular, diabetes ou câncer, por exemplo. Até agora, Pernambuco aplicou 2.040.727 doses da vacina contra a covid-19, sendo que 1.374.288 foram apenas primeiras doses. O maior grupo imunizado até agora é o dos idosos entre 60 e 69 anos, onde 486.492 já receberam a primeira dose. Depois, vêm os idosos entre 70 e 79 anos (388.005) e os profissionais de saúde (236.900) doses. “Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 28.629 casos foram confirmados e 49.616 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada”, afirma a secretaria.