Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Domingo com mais casos no mês de maio

Foram registrados 1.686 novos casos da covid-19 em Pernambuco nesse domingo (16), segundo informações
da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Também foram confirmados 43 novos óbitos. A quantidade de casos confirmados foi maior do que os registros que ocorreram nos dois primeiros domingos deste mês. Os números revelam uma alta de 31% no número de casos e uma queda de 17% nas mortes, comparando com os números registrados há 14 dias.

No primeiro domingo de maio, dia 02, foram 730 novos casos notificados e no segundo domingo, dia 09, foram contabilizados 893 novos casos. Geralmente, aos domingos a média de casos é um pouco mais baixa, porque alguns
municípios deixam pra enviar os novos casos na segunda-feira, mas a última semana foi atípica devido as fortes chuvas que caíram, principalmente na Região Metropolitana do Recife e provocaram muitos alagamentos e transtornos.

Ainda entre os confirmados neste domingo, 104 (6%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.582
(94%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 442.363 casos confirmados da doença, sendo 42.595 graves e 399.768 leves. Esse total está distribuído por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Os 43 novos óbitos (27 masculinos e 16 femininos) que entraram no boletim deste domingo ocorreram entre os dias 1º de junho de 2020 e 15 de maio último.
Ainda com relação aos óbitos, foram 20 mortes de pessoas residentes no Agreste, região que demandou mais leitos de UTI nas duas últimas semanas. Isso levou o governo do Estado a decretar restrições mais rígidas em várias cidades daquela região, incluindo Caruaru e Garanhuns. Foram 13 mortos residentes nos municípios da RMR, que é muito mais populosa do que os 71 municípios do Agreste.

Pernambuco já aplicou 2.360.302 doses da vacina contra a covid-19, das quais 1.561.620 foram primeiras doses.

As restrições no Agreste começam a valer a partir desta terça (18) e seguem até o dia 31 de maio. O novo decreto deve ser publicado hoje. Pelas novas regras, de segunda a sexta-feira, as atividades econômicas devem ser encerradas às 18h. Nos finais de semana, apenas supermercados, feiras livres de produtos alimentícios, farmácias, padarias e postos de gasolina – serviços considerados essenciais – poderão funcionar. A determinação também proíbe o funcionamento do Polo de Confecções – que geralmente funciona aos sábados, domingos e segundas