Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Hiperidrose: suor intenso em axila, mão, rosto…

É comum suar quando sentimos calor, durante a prática de atividades físicas ou em certas situações, como momentos de raiva, nervosismo, ansiedade ou medo. Porém, a sudorese excessiva, que ocorre mesmo sem a presença de qualquer desses fatores e atrapalha a rotina é chamada de hiperidrose primária focal. É um transtorno que acomete cerca de 2% da população e leva o indivíduo a suar mesmo quando está em repouso. Isso provoca constrangimentos, dificuldades de relacionamento e desconforto. O suor excessivo pode afetar todo o corpo ou áreas específicas, como mãos, pés, axilas, cabeça ou rosto. É um distúrbio que costuma aparecer na infância ou adolescência e provocar aborrecimento em atividades simples da rotina. Além disso, a transpiração extrema pode ser indutora de ansiedade, perturbar a rotina profissional, atividades recreativas e relacionamentos. O controle do suor excessivo, na maioria dos casos, vem do procedimento cirúrgico minimamente invasivo chamado simpatectomia. A intervenção consiste em pequena incisão na região do tórax. “O paciente deixa de suar excessivamente logo após a cirurgia. Por se tratar de um procedimento pouco invasivo, o tempo de permanência hospitalar é curto, e o retorno às atividades é rápido. Os resultados estéticos e psicológicos são imediatos”, diz o cirurgião torácido Wolfgang Aguiar, da Clínica do Suor.