Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Saúde já soma 106 vítimas

Ao longo de toda a pandemia de covid-19 em Pernambuco, que completa 15 meses neste mês de junho, 106 profissionais de saúde infectados pelo coronavírus não resistiram às complicações da doença e foram a óbito. Entre eles, 20,8% (22) eram auxiliares/técnicos de enfermagem; 17,9% (19) médicos; 12,3% (13) enfermeiros. Juntos, as três categorias representam 51% das mortes por covid-19 entre os profissionais de saúde que perderam a vida para o vírus, segundo apurou a coluna Saúde e Bem-Estar, deste JC, com a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Os dados foram analisados na quarta-feira (2), com base no banco de dados de 31 de maio deste ano.

Ainda entre os óbitos, seis profissionais eram agentes de controle de endemias (5,7%), quatro eram psicólogos, quatro cirurgiões-dentistas e quatro motoristas de setores da saúde (3,8% cada categoria). Além deles, três dos trabalhadores que morreram pela covid-19 eram agentes comunitários de saúde e outros três técnicos/auxiliares de laboratório (2,8% cada categoria). A SES também notificou um óbito para estas classes: biomédico, auxiliar administrativo, fisioterapeuta, nutricionista e fonoaudiólogo. Os dados da SES mostram ainda que há mais 23 mortes entre profissionais de saúde, cujas profissões não estão identificadas porque “nem todos os trabalhadores declaram suas formações”.

O balanço da SES também informa que, no período de 12 de março de 2020 a 31 de maio deste ano, Pernambuco notificou 81.542 casos suspeitos de covid-19 entre profissionais de saúde, considerando as redes de saúde em geral, sejam públicas em todas as esferas e também privada. Desse total, 29.663 (36,4%) casos foram confirmados por meio de exames laboratoriais. A maioria dos que tiveram diagnóstico da doença é auxiliar ou técnico de enfermagem (8.132 – 27,4%), seguido de enfermeiro (4.069 – 13,7%), médico (2.775 – 9,4%), agente comunitário de saúde (1.535 – 5,2%) e biomédico (1.328 – 4,5%).

Entre os quase 30 mil profissionais de saúde que tiveram resultados positivos para a covid-19, 28.608 (96,4%) estão recuperados, segundo a SES, 184 (0,6%) permanecem em isolamento domiciliar, 12 (0,04%) estão internados, 106 (0,4%) morreram e 753 (2,5%) estão sem informações, no boletim, sobre a evolução da doença.

Segundo a SES, Pernambuco o primeiro Estado do País a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas sugestivos da infecção pelo novo coronavírus.