Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Dia Nacional do Teste do Pezinho

Nos primeiros dias de vida, de preferência entre o 3º e o 5º, o bebê deve passar por um exame que detecta precocemente doenças graves — que, se não tratadas a tempo, podem deixar severas sequelas. Para reforçar a importância desse procedimento, é lembrado neste domingo o Dia Nacional do Teste do Pezinho, que detecta cinco enfermidades em Pernambuco. A última inclusão foi a deficiência de biotinidase, que pode causar problemas neurológicos e atraso no desenvolvimento neuropsicomotor. Contudo, com o tratamento medicamentoso, evitam-se esses efeitos. O teste consiste em leve picada no calcanhar do bebê para retirar gotas do sangue, que serão analisadas. Se houver alteração, há o encaminhamento para um serviço de referência, a fim de realizar a investigação. Caso tenha confirmação, inicia-se o tratamento. Além da deficiência de biotinidase, o exame também tria o hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, doença falciforme e outras hemoglobinopatias, além de fibrose cística. Atualmente todos os municípios pernambucanos contam com pontos de coleta para o teste do pezinho, com 294 unidades de saúde aptas.