Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Uma volta ao (quase) normal

A partir desta segunda-feira (21), diversos setores econômico em todas as regiões de Pernambuco estarão com regras de funcionamento flexibilizadas. As mudanças foram anunciadas na última quinta-feira (17) pelo governo do Estado e publicas em Diário Oficial.

Entre as principais alterações no plano de convivência com a covid-19 estão a liberação de cinemas, museus, eventos corporativos, atividades esportivas coletivas e individuais. Setores como comércio de praia e parques de diversão deverão ser regulamentados e fiscalizados pelos respectivos municípios.

Na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata, Agreste e parte do Sertão, as regras menos rígidas seguem até o dia 4 de julho, totalizando 15 dias. Já na região Macro III, que inclui 35 municípios do Sertão, a duração é de uma semana, até o próximo dia 27.

De maneira geral, nas Macrorregiões 1, 2 e 4, o horário de funcionamento de boa parte dos setores poderá se estender até às 22h durante a semana e até às 21h nos fins de semana. Na Macrorregião 3 – que engloba as Gerências Regionais de Saúde com sedes em Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, as atividades econômicas poderão voltar a funcionar até às 18h, tanto nos dias de semana como aos sábados e domingos.

Ainda com as novas regras, as atividades precisam seguir os protocolos de cada setor para prevenir a contaminação pelo novo coronavírus, como limitação da capacidade de ocupação, uso de máscara, higienização com álcool 70%, entre outros. O descumprimento das normas do decreto pode acarretar na responsabilização dos infratores.

Permanece obrigatório o uso de máscaras nos espaços de acesso aberto ao público, incluídos os bens de uso comum da população, vias públicas, interior de órgãos públicos, estabelecimentos privados e nos veículos públicos e particulares, inclusive ônibus e táxis.

COMÉRCIO

Durante 15 dias, começando a partir de hoje (21), o comércio varejista poderá funcionar das 8h às 18h de segunda a sexta-feira e das 9h às 19h nos finais de semana e feriados. Isso vale para os estabelecimentos da Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata, Agreste e parte do Sertão. No caso dos shoppings do Grande Recife, o funcionamento anunciado será das 10h às 20h, de segunda a sexta-feira, e das 10h às 18h, nos fins de semana e feriados.

BARES

Os chamados “Serviços de alimentação” vão poder funcionar até as 22h em dias de semana e até as 21h nos fins de semana e feriado, desde que com apenas 50% da capacidade do local. Música ao vivo permanece proibida nesses estabelecimentos. Na Macrorregião III valem as mesmas regras, a exceção é que os bares e restaurantes só poderão funcionar até as 18h.

Pernambuco soma 536,6 mil infectados

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou, neste domingo (20), mais 964 novos casos da covid-19. Desse total, 80 (8,3%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 884 (91,7%) são leves. Agora, o Estado totaliza 536.671 infectados desde o início da pandemia, sendo 48.535 graves e 488.136 leves, distribuídos por todos os 184 municípios, além de Fernando de Noronha.

Também foram confirmados laboratorialmente 38 novos óbitos, sendo 19 do sexo feminino e 19 do sexo masculino. As vítimas tinham idades entre 30 e 85 anos. O total de mortes provocadas pela doença chegou a 17.254.

Além disso, o boletim registra um total de 450.773 pacientes recuperados da doença. Destes, 27.542 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 423.231 eram casos leves.

Também neste domingo, se SES-PE informou que o Estado ultrapassou a marca dos 2 milhões de exames realizados para a detecção do novo coronavírus. Foram 2.002.108 testes, entre os de biologia molecular (RT-PCR), testes rápidos de anticorpos, sorologias e, mais recentemente, testes rápidos de antígeno.

Dos 954.243 exames de RT-PCR realizados, 708.640 (74,2%) foram processados no Sistema Único de Saúde (SUS), seja no Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) e as unidades parceiras ou conveniadas à rede pública estadual.

“Saímos de uma capacidade de processamento semanal de 770 testes no Lacen no início da pandemia para 21 mil nos últimos meses. Somente com a vigilância adequada do vírus conseguimos monitorar e combater

a disseminação da covid-19 em Pernambuco”, pontua o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Novo lote reforça aplicação da 2ª dose

Pernambuco recebeu mais 310.250 doses, totalizando 2.630.170 unidades, da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca/Fiocruz/Oxford. A nova remessa chegou ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, na Zona Sul do Recife, às 18h29 deste domingo (20).

As doses foram encaminhadas para a sede do Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) e, ao longo desta semana, serão distribuídas nas 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), onde os municípios devem fazer as retiradas para reabastecer os seus estoques.

“O novo lote com mais de 310 mil doses da AstraZeneca será fundamental para que os municípios possam completar o esquema vacinal dos pernambucanos que já estão em tempo de receber a segunda dose”, comentou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Longo destacou que “a vacina salva vidas, e tem reduzido as internações e óbitos em Pernambuco, mas para garantir essa proteção é essencial tomar as duas doses”. O secretário pediu o empenho dos municípios para dar celeridade à aplicação da segunda dose dos imunizantes.

Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, em 18 de janeiro, Pernambuco recebeu 4.992.460 doses de vacinas. Além das 2.630.170 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, vieram 2.024.160 unidades da Coronavac/Butantan, sendo 65 mil unidades que chegaram ao Estado na última sexta-feira (18), e 338.130 doses da Pfizer/BioNTech.

Atualmente, Pernambuco já aplicou 3.815.475 doses de imunizantes contra o coronavírus. Desse total, 2,7 milhões foram para a primeira dose. O Estado já autorizou a vacinação de pessoas com idades a parte de 40 anos.