Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Segunda dose da Astrazeneca é antecipada

Governo autorizou municípios a fazer aplicação complementar do imunizante contra a Covid-19 em 60 dias, adiantando um mês no cronograma

O governo do estado autorizou os municípios pernambucanos a aplicar a segunda dose da vacina Astrazeneca/Fiocruz entre 60 e 90 dias após a primeira. A decisão abre possibilidade de adiantar a imunização completa com imunizantes desta marca, que estavam sendo aplicados somente com intervalo de três meses.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o aval foi dado pelo Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação contra a Covid-19, a partir da análise de dados científicos, e pactuado entre com os municípios em reunião da Comissão Intergestores Bipartite na segunda-feira. Os prazos de 60 ou 90 dias são avalizados pelo fabricante.

“Cada município deverá informar a sua população o período para marcação da segunda dose da Astrazeneca, levando em consideração seus estoques. Mas ressaltamos que esse período não afeta a eficácia do imunizante, que manterá a proteção contra a Covid-19. Friso que a decisão da CIB foi tomada após consulta com o Comitê Técnico, que se pautou nas evidências científicas e nas informações do próprio fabricante dessa vacina”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo, em coletiva de imprensa realizada na tarde de ontem.

Segundo a SES-PE, a discussão foi levantada após o adiantamento em quase um mês, pelo Ministério da Saúde, do envio de segundas doses da Astrazeneca, gerando maior estoque em alguns municípios.

“É essencial que as cidades monitorem os estoques e façam levantamento e busca ativa dos munícipes que estão com mais de 90 dias da aplicação da primeira dose. Além disso, é necessária comunicação clara sobre a estratégia do intervalo em cada cidade para evitar dúvidas na população”, destaca a superintendente de Imunizações da SES-PE, Ana Catarina de Melo.

CAPITAL
Os moradores do Recife que já tiverem tomado a primeira dose da Astrazeneca há pelo menos 60 dias terão a possibilidade de completar o seu esquema vacinal em um período mais curto. Na capital pernambucana, aproximadamente 88 mil pessoas já estão aptas a receber a dose de reforço nesse prazo.

“Dessa forma a gente vai conseguir ter mais recifenses com o esquema vacinal completo antes do prazo previsto”, declarou o prefeito João Campos.

Quem estiver apto à segunda dose receberá uma mensagem de texto ou e-mail com alerta para agendar a aplicação pelo site ou pelo aplicativo do Conecta Recife. O agendamento já estará aberto 21 dias antes da data que marca os 60 dias da aplicação da primeira vacina, permitindo que os munícipes possam escolher datas e locais com antecedência.