Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Segunda dose tem 173 mil faltosos em PE

Municípios devem intensificar a busca ativa por cidadãos que não compareceram para completar seu ciclo vacinal contra a Covid-19

O alto número de faltosos tem gerado dificuldades para a sequência da imunização coletiva no estado. Segundo o secretário de Saúde, André Longo, Pernambuco tem 173.579 mil doses em atraso, sendo que grande parte corresponde aos imunizantes da Coronavac e da Astrazeneca.

“Continuamos preocupados com essa questão da falta das pessoas no prazo para a segunda dose. É muito importante completar o esquema vacinal”, disse o secretário. Por conta disso, o titular da Saúde afirmou que o monitoramento, em conjunto com os municípios, foi intensificado.

“Temos cobrado dos municípios e feito o acompanhamento dos estoques para que eles façam busca ativa. Nós entendemos que a maneira mais fácil de se fazer essa busca é utilizando a atenção primária. Temos conseguido bater meta em alguns grupos, mas com outros ainda é preciso ter um esforço maior por parte dos municípios”, declarou.

Urgência
A celeridade da imunização coletiva ganha ainda mais necessidade após a confirmação de que dois tripulantes filipinos, do navio Shoveler, de bandeira do Chipre, atracado no Recife, estão contaminados com a variante Delta, que originalmmente veio da Índia.

“Isso é muito mais importante num contexto em que pode haver a introdução de uma variante nova, como a Delta, e a gente sabe que quem garante a maior proteção contra essas variantes são as pessoas que estão vacinadas com as duas doses”, relembrou Longo, durante entrevista coletiva.