Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Política de desperdício zero facilita imunização

No Cabo de Santo Agostinho, onde 62,2% da população está vacinada, as equipes de saúde vem ampliando o uso das ampolas através de uma política de desperdício zero que permite aumentar o número de doses disponíveis. “O município conta com o esforço da equipe de vacinação, que conseguiu retirar das ampolas recebidas mais doses do que aquelas previstas no rótulo. Com um trabalho meticuloso na hora de retirar as vacinas dos frascos, as técnicas e enfermeiras do município já contabilizam 4.069 doses extras”, afirma a prefeitura, por nota.

Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, o município recebeu 133.021 doses. Já foram aplicadas 112.622, com 24.438 atualmente em estoque. Dessa quantidade armazenada, 4.398 são exclusivas para aplicação de primeira dose (D1), 19.680 estão reservadas para a segunda dose (D2) e outras 360 são de doses únicas.

Atualmente o município está vacinando pessoas com 35 anos ou mais de idade. Assim que novas doses de imunizantes chegarem à cidade, novos grupos etários serão vacinados. O cidadão pode acompanhar a campanha e conferir  as pessoas que já foram vacinadas no município pelo site do Portal da Transparência (https://portaldatransparencia.cabo.pe.gov.br/coronavirus/).

35+

O grupo de 35 anos ou mais de idade começou a ser vacinado nesta terça-feira (3). No Cabo não é necessário realizar agendamento pela internet. Basta se dirigir ao posto de vacinação munido de documento pessoal com foto, comprovante de residência e cartão do SUS.

Para a população beneficiada, o momento da imunização desperta um misto de alívio e alegria. O munícipe Saulo Luiz de Albuquerque, 39 anos,  falou sobre o sentimento de tomar a primeira dose.  “A emoção pra mim está sendo muito grande, passei um tempo sem ter acesso a minha mãe por ela ser uma pessoa idosa e acamada e, pra mim, a vacinação é muito importante, a vacina salva vidas, sim”, comentou.

Hoje, o Centro de Vacinação funcionará sempre  de segunda a sábado, das 8h às 13h. Amanhã, as escolas reabrem ao público para atender as pessoas do grupo de comorbidades que vão tomar a segunda dose.