Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Brasil atinge 50 milhões de adultos imunizados

O Ministério da Saúde informou, ontem (17), que mais de 50 milhões de pessoas já tomaram as duas doses ou a vacina de dose única contra a Covid-19, o que representa 31,9% da população acima de 18 anos de idade com a imunização completa contra a doença.

De acordo com os dados da base nacional do Programa Nacional de Imunizações (PNI), 49.062.641 pessoas completaram o ciclo vacinal. Além delas, 2.089.449 também já tomaram as duas doses ou dose única, conforme informado pelas secretarias estaduais de Saúde, mas que ainda aguardam registro na base do PNI. O total, então, chega a 51.152.090 pessoas imunizadas.

O Ministério da Saúde reforça aos brasileiros que ainda não completaram o ciclo vacinal que procurem uma unidade de saúde para a segunda dose. Para que as vacinas atinjam a efetividade esperada, é necessário tomar as duas doses – ou a dose única, no caso da vacina da Janssen.

A orientação é que a segunda dose seja aplicada no período recomendado, de 12 semanas para as vacinas da Pfizer/BioNTech e da AstraZeneca/Fiocruz e de quatro semanas para a CoronaVac/Butantan. No entanto, mesmo para quem perdeu o prazo, a orientação é procurar um posto de vacinação para completar o ciclo vacinal.

A meta do governo federal é imunizar toda a população adulta com duas doses até o fim do ano. De acordo com os registro no PNI e nos painéis das secretarias estaduais, o Brasil já aplicou mais de 168 milhões de doses, no total, sendo que mais de 70% da população (117 milhões de pessoas) acima de 18 anos de idade já está com a primeira dose no braço.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, o andamento da vacinação vem refletindo na redução no número de casos, óbitos e internações pela doença. Na última semana, todos os estados e o Distrito Federal registraram taxa de ocupação de leitos para Covid-19 abaixo de 80%. “É a primeira vez no ano que o Brasil atinge esse índice, reforçando a importância da imunização para acabar com o caráter pandêmico no país”, disse a pasta.

LEITOS ANUNCIADOS
Também foi anunciada a liberação de R$ 1,2 bilhão, referentes a 24,9 mil leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para adultos e 433 leitos pediátricos, para o atendimento de crianças e adolescentes com Covid-19.

Os recursos que garantem o custeio dos 25.404 leitos de UTI são referentes ao mês de julho. As verbas são empregadas para arcar com parte das despesas da manutenção, enquanto os estados ou municípios complementam os gastos.