Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Dose de esperança para adolescentes

Adolescentes de 16 e 17 anos começaram a vivenciar, juntos com seus pais e responsáveis, a alegria de tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A campanha foi aberta ontem, para o público em geral dessa faixa etária, no Recife. Cerca de 51 mil jovens deverão ser imunizados nesta etapa da imunização, em 26 locais de aplicação que funcionam de domingo a domingo, das 7h30 às 18h30.

Renata Feitoza levou sua filha Isabella, 17 anos, para o Porto Digital, no Bairro do Recife, que tem sido o local de aplicação preferido dos jovens. Além de acompanhar a vacinação da menina, a mãe tentava, pelo celular, agendar a dose do irmão gêmeo de Isabella. “Corri para marcar a vacina de meus dois filhos, mas quando agendei Isabella, já não havia outra vaga. Amanhã (hoje) voltarei novamente, mas o sacrifício vale a pena porque quando chega a vez do filho da gente, é emocionante”, contou Renata, com os olhos marejados.

Mariana Laurindo foi acompanhar Fernanda, 17 anos. Com grande expectativa, a mãe ficou atualizando o aplicativo Conecta Recife para agendar a vacinação o mais rápido possível, já que a filha precisará do comprovante para viajar no final do ano. Fernanda acha que tudo só ficará próximo do normal quando todos se vacinarem. “Acho importante que todo mundo continue usando máscara e álcool nas mãos, porque a vacina não impede que as pessoas se contaminem, mas que tenham menos sintomas. Eu estava muito ansiosa para tomar a dose. Como minha irmã vai se mudar, queria muito conseguir a tempo de poder visitá-la”, explicou a adolescente, que tem viagem marcada para a Inglaterra.

Somente ontem, o Porto Digital imunizou 1.028 pessoas, das quais 303 tinham 16 ou 17 anos. Naquele posto, sete mil pessoas são atendidas por semana, em média. O novo grupo está sendo vacinado apenas com a Pfizer, única marca permitida pela Anvisa para os adolescentes.

Junto com a vacina, eles recebem uma dose de esperança por dias melhores. Para Wendel Sérgio, 17, a desigualdade social foi realçada pela pandemia. O estudante da rede pública de destaca que a vacinação traz expectativa de poder voltar à rotina de estudos presenciais em sua escola na Ilha Joana Bezerra. O aprendizado foi dificultando com o ensino remoto, tendo em vista que sua internet é de baixa qualidade e ele não consegue acompanhar as aulas sem interferências.

“A internet fica caindo, depois volta, aí eu sinto falta de estudar na sala de aula. Vou continuar com os cuidados, mas queria que, com a vacina, a gente pudesse voltar a estudar como antes”, enfatizou o estudante, que seguiu no formato remoto pelo receio de se contaminar.

A realidade de Wendel se soma aos 4,1 milhões de estudantes da rede pública no país que não têm bom acesso à internet, segundo o IBGE. Esse número evidencia que a vacinação pode mudar positivamente a realidade de muitos jovens.

O cadastro para receber o imunizante contra a Covid-19 deve ser realizado através do site ou do app Conecta Recife. Para a vacinação dos menores de 18 anos, é necessário anexar o documento de identidade ou certidão de nascimento, documentação dos pais ou responsáveis e comprovante de residência, também em nome dos pais ou responsáveis. É importante que a pessoa que realizou o agendamento leve, no dia da vacinação, os documentos que foram anexados no Conecta Recife.

Números

  • 504 novos casos da Covid-19 foram detectados ontem
  • 604.331 diagnósticos até agora
  • 8 novos óbitos ocorridos entre 27/04/2021 e 06/08/2021, foram contabilizados ontem
    – 5 masculinos
    – 3 femininos
  • 19.314 mortes pela doença até agora
  • 39% dos leitos públicos de UTI estão ocupados