Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Recife inicia testes em massa para Covid-19

A Prefeitura do Recife iniciou o processo de testagem em massa da população, para Covid-19, através do programa estadual TestePE. O objetivo é contribuir para a redução da transmissão da doença, a partir da detecção de novos casos com um mínimo de subnotificação possível, criando um panorama fiel sobre o atual momento da pandemia.

Ontem, no primeiro dia da ação na capital, 408 pessoas foram examinadas nos três locais disponibilizados pela Secretaria de Saúde do Recife: Estação de Metrô Joana Bezerra, Associação dos Moradores do Barro e bairro de Brasília Teimosa. Apenas quatro amostras deram positivos. Os examinados receberam as devidas orientações sobre isolamento e assistência. Qualquer pessoa pode fazer o teste, basta apresentar um documento de identificação. O resultado fica pronto em até 30 minutos.

Hoje, os exames serão oferecidos, das 8h às 16h, na Estação de Metrô Joana Bezerra, na região central da cidade; Compaz Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha; Polo da Academia da Cidade em Brasília Teimosa; Conselho de Moradores do Alto Santa Izabel (Casa Amarela); Associação dos Moradores do Barro e comunidade do Passarinho. Serão feitos até 1,2 mil testes ao longo do dia.

Segundo a prefeitura, as localidades são selecionadas mediante critérios como Índice de Desenvolvimento Humano, cobertura vacinal e cobertura de Estratégia de Saúde da Família.Os casos positivos estão sendo cadastrados no Atende em Casa para telemonitoramento e identificação dos contatos da pessoa infectada. Se as equipes de saúde identificarem pessoas com sintomas respiratórios e o teste de antígeno der negativo, será feito agendamento no local para a realização do RT-PCR por meio do Atende em Casa.

Durante a ação, os profissionais da prefeitura também farão abordagens educativas sobre a importância da vacina contra a Covid-19.

RASTREIO
De acordo com o governo do estado, o TestaPE visa examinar 10% da população pernambucana nos próximos seis meses, reforçando a vigilância do novo coronavírus no território para rastrear e isolar casos ativos da doença. Por meio da Secretaria Estadual de Saúde, o governo está investindo R$ 7,6 milhões na compra de um milhão de testes de antígeno para ampliação da oferta de exames em locais estratégicos.