Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Sepse

Lembrado amanhã, o Dia Mundial da Sepse alerta para uma condição caracterizada como uma resposta inadequada do organismo contra uma infecção em qualquer órgão. Segundo o médico Marçal Paiva Jr., presidente da Sociedade de Terapia Intensiva de Pernambuco, o problema é grave e pode levar a um risco de morte quando não descoberto e tratado rapidamente. Essa infecção pode ser bacteriana, fúngica, viral, parasitária ou por protozoários. Seguir a higiene adequada das mãos, evitar a automedicação e o uso desnecessário de antibióticos podem diminuir o risco de sepse.