Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Hospital de campanha é desmobilizado

O equipamento chegou a contar com 160 leitos, sendo 100 de UTI e 60 de enfermaria

Com o avanço da campanha de imunização contra a Covid-19 no estado de Pernambuco e a consequente diminuição dos casos graves e das taxas de ocupação na rede pública de saúde, o Governo de Pernambuco desmobilizou o Hospital de Campanha Aurora, localizado no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife.

A unidade, que integrou a rede de atendimento aos pacientes com o novo coronavírus por um ano e cinco meses, passou a ser um equipamento da rede estadual em abril deste ano. Antes disso, a administração do antigo Hospital Provisório Recife era realizada pela prefeitura da cidade. De acordo com o governo, atualmente, não há mais pacientes internados na unidade.

A queda no número de admissões de pacientes no Hospital de Campanha Aurora e a mudança no perfil de internação ocorreram a partir do segundo trimestre deste ano (abril, maio e junho). No período, a taxa de internação de idosos acima de 60 anos caiu de 54% para 32%.

“O Hospital de Campanha Aurora cumpriu sua missão, oferecendo suporte especializado e intensivo aos pacientes críticos. Nesse momento, a melhora constante nos critérios e indicadores epidemiológicos nos dá segurança para a desmobilização da unidade”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Durante todo o funcionamento do Hospital de Campanha, entre abril de 2020 e setembro de 2021, 1.339 trabalhadores da saúde atuaram na unidade. No período de maior ocupação dos leitos, o equipamento contou com a colaboração de 826 funcionários atuando simultaneamente. Nesse mesmo período, o Hospital de Campanha da Rua da Aurora, que chegou a ter 160 leitos, sendo 100 de UTI e 60 de enfermaria, efetivou 5.517 internamentos, dos quais 3.544 (65%) foram admitidos em UTIs e 1.973 (35%) em enfermarias. A unidade também registrou 3.338 altas médicas que ocorreram por recuperação e melhora do quadro clínico do paciente.

A inauguração do Hospital Provisório do Recife ocorreu em 15 de abril de 2020, com a admissão do primeiro paciente no dia seguinte. Erguido em um prazo de 20 dias, a unidade nasceu como hospital de campanha para atendimento aos pacientes com suspeita ou confirmação de Covid 19. Em 1º de abril de 2021, o hospital passou a ser um equipamento do Governo do Estado e, com isso, recebeu um novo nome, Hospital de Campanha Aurora.