Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Altino Ventura inaugura complexo hospitalar

A Fundação Altino Ventura (FAV) inaugurou, na manhã de ontem, um novo complexo hospitalar no bairro da Iputinga, na Zona Oeste do Recife. Com a edificação, a FAV pretende ampliar a capacidade de atendimento mensal ao público para 70 mil pacientes, além de realizar quatro mil cirurgias oftalmológicas no mesmo período. A construção teve um custo de R$ 30 milhões.

“É uma conquista importante do Sistema Único de Saúde, da população que mais precisa de acolhimento com as condições necessárias. O que precisamos é multiplicar esse exemplo ao longo do país todo. Se foi possível fazer em Pernambuco, é possível fazer em todo o Brasil”, afirmou o presidente da FAV, Marcelo Ventura.

Dividida em sete pavimentos, a unidade conta com 33 salas de exames complementares, 35 consultórios, bloco cirúrgico com 16 salas, centro de estudos e pesquisas científicas, biblioteca e o Memorial Histórico Altino Ventura.
“O primeiro projeto de testagem dos equipamentos e das instalações foi feito no sábado (6), mas nós vamos precisar do apoio da sociedade para mobiliar o espaço. O prédio já está funcionando. Esse polo é, sem dúvidas, o maior da América Latina”, explica Liana Ventura.

A cerimônia contou com a presença de políticos, entre eles a governadora em exercício, Luciana Santos (PCdoB), além da comunidade médica. O evento homenageou órgãos públicos e personalidades. O Diario de Pernambuco, o blog de João Alberto e a Rádio Clube receberam o prêmio Visão Social 2021 nas categorias imprensa/jornal impresso, Coluna Social e Rádio.

A estrutura também inaugura o Centro Especializado em Reabilitação Menina dos Olhos, voltado para pacientes com deficiência visual, auditiva, física e intelectual, que recebem tratamento médico e terapêutico.

Em agosto de 2021, a Fundação passou a oferecer, através do Centro de Fisioterapia Aquática e Multissensorial, atendimentos em consultórios terapêuticos de avaliação global do paciente, método TheraSuit (programa de fisioterapia intensiva voltada a desordens neuromusculares) e terapias multissensoriais integradas. A estrutura dispõe de piscina coberta e aquecida para a realização do tratamento. O equipamento atende cerca de 450 pacientes.

“A Fundação Altino Ventura é uma grande parceira do Sistema Único de Saúde (SUS) na assistência oftalmológica. Todo esse investimento para que funcione tem custo. Para se ter uma ideia, o SUS com recursos federais e estaduais gasta mais de R$ 30 milhões. Sem dúvidas, o desafio é ampliar ainda mais a nossa capacidade de trazer os recursos para custear essa expansão”, concluiu o secretário estadual de Saúde, André Longo.