Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Recife renova por mais três meses decreto de calamidade pública devido à pandemia

A Prefeitura do Recife renovou, nesta segunda-feira (27), por mais três meses o decreto de calamidade pública relacionada à pandemia da Covid-19. A decisão foi tomada após reunião entre a Secretaria de Saúde (Sesau) do município e o prefeito João Campos. As principais causas para a renovação foram o crescimento dos casos de síndrome gripal na cidade, provocados pelo vírus Influenza e o surgimento da nova variante do novo coronavírus, a ômicron. 

O objetivo da decisão é garantir o reforço das estruturas de atendimento para que as pessoas que estejam com sintomas gripais possam receber a assistência adequada de forma mais rápida e eficiente.

“Este crescimento não repercute, no dia de hoje, em aumento dos casos graves e de óbitos, mas nossa rede segue trabalhando e alerta. Nós temos unidades provisórias covid na Atenção Básica, que fazem a primeira triagem; temos os SPAs da média complexidade; e a gente está publicando, de hoje para amanhã, um decreto que possibilitará um aumento de profissionais de saúde trabalhando nessas unidades para permitir, com maior celeridade e conforto para os recifenses, o acolhimento necessário”, declarou o prefeito. 

Para evitar a sobrecarga nos serviços de pronto atendimento municipais e garantir um serviço de qualidade para todos os pacientes, é importante que as pessoas com sintomas gripais utilizarem o Atende em Casa. 

“Lembrando que o Atende em Casa segue funcionando. Se você tem algum desconforto respiratório, pode fazer o contato com o Atende em Casa e receber todas as orientações médicas. Ao longo da semana, a gente vai estar incrementando e trabalhando para oferecer mais serviços na ferramenta. Então, com muita responsabilidade, a gente vai seguir trabalhando e comunicando com transparência, e lembrando que todo mundo deve se vacinar, tanto para a gripe quanto para a covid”, destacou João Campos. 

Vacinação contra influenza 

A gestão do município intensificou a vacinação contra a gripe na capital pernambucana com o objetivo de aumentar a proteção dos moradores da contra a doença. Para além das 150 salas de vacina que já funcionavam na cidade, os profissionais da Sesau começaram a percorrer diversas comunidades da capital levando a vacina contra a influenza, além disso, passaram a ofertar o imunizante também nos postos já montados em cinco shoppings da cidade e nos 22 centros e drive-thrus, que até então funcionavam apenas para vacinação contra covid-19.