Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Ômicron já circula em pernambuco

Paulo Câmara reuniu-se com prefeitos para discutir agravamento dos casos no estado

A variante Ômicron, nova cepa do coronavírus, que transmite a Covid-19 e foi encontrada pela primeira vez na África do Sul, já circula em Pernambuco. A confirmação foi feita pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Nessa sexta-feira, 21 amostras coletadas em pacientes que testaram positivo para Covid-19 apresentaram a linhagem da variante quando o Instituto Aggeu Magalhães (iam/fiocruz PE) fez a análise. Até o momento, não houve mortes pela Ômicron. Os pacientes em que a cepa foi identificada foram testados entre os dias 15 e 31 de dezembro de 2021 e são da Região Metropolitana do Recife, do Agreste, do Sertão de São Francisco e também do arquipélago de Fernando de Noronha. O secretário de Saúde, André Longo, ressaltou a necessidade de aumentar as medidas preventivas e enfatizou a importância da vacinação completa. “Ter apenas a primeira dose é o mesmo que estar desprotegido. Precisamos de ao menos duas doses, mas ainda temos mais de 500 mil pessoas com ela em atraso”, comentou. Em entrevista à Globo Nordeste, o secretário já falou, inclusive, na possibilidade de o estado realizar algum tipo de “restrição”. “Muito provavelmente anunciaremos [nos próximos dias], especialmente atividades sociais”, disse.

Mais cedo, André Longo participou, com o governador Paulo Câmara, de uma reunião, por videoconferência, com prefeitos de todas as regiões do estado para compartilhar o atual momento da pandemia da Covid-19 e a aceleração dos casos de Influenza A. Paulo Câmara assegurou que a ampliação da rede de leitos de terapia intensiva, do número de testes rápidos e o incentivo à vacinação serão intensificados. O governador solicitou ainda a colaboração dos prefeitos para o reforço no atendimento nas unidades municipais de saúde. “Nosso papel sempre será de prestar as informações corretas, as orientações necessárias e dar apoio às prefeituras para proteger e atender a população”, afirmou Câmara.

As demandas colocadas pelos prefeitos se concentraram na falta de insumos gerada pelo aumento repentino da demanda e na preocupação com eventos privados. “Todos esses pontos estão sendo levados em consideração e serão analisados na reunião do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 na segunda- -feira”, anunciou Longo.

ÓBITOS A Ses-pe registrou, na sexta-feira, 683 casos da Covid-19. Entre os confirmados, sete (1%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 676 (99%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 648.110 casos confirmados da doença, sendo 55.416 graves e 592.694 leves. O estado totaliza 20.496 mortes por Covid-19.