Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Quase 80 cidades cancelaram o carnaval

Prefeitura de Olinda anunciou o cancelamento dos festejos de rua pelo segundo ano consecutivo

Araçoiaba foi o último a anunciar a decisão na Região Metropolitana do Recife, onde metade das 14 prefeituras não vai realizar a festa

A quantidade de municípios que cancelaram ou suspenderam o carnaval de rua em Pernambuco cresce a cada dia. Araçoiaba foi o último a anunciar o cancelamento da festa. Com a medida, metade dos 14 municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR) já optou por não promover os festejos, previstos entre 26 de fevereiro, o Sábado de Zé Pereira, e 1º de março, a Terça- -feira Gorda. São 78 no estado. Os argumentos empregados pela gestão municipal foram o avanço do surto da gripe provocado pelo Influenza H3N2 e da variante Ômicron do novo coronavírus. Ambos levam à correria e superlotação das unidades de saúde, motivo que levaram à suspensão das atividades carnavalescas no Recife, sem anúncio de data para a realização da festa, e ao cancelamento em Olinda e Jaboatão dos Guararapes. Ao anunciar o cancelamento, o prefeito de Araçoiaba, Jogli Uchoa, afirmou que a prefeitura dará apoio financeiro aos grupos culturais da cidade, via a criação de uma espécie de auxílio emergencial temporário. “Nossa cultura não pode ser esquecida, mas em primeiro lugar, devemos preservar a nossa saúde”, afirmou Jogli Uchoa.

Um levantamento da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), com informações obtidas até 20 de dezembro, aponta que 69 prefeituras haviam decidido não realizar o carnaval de rua de 2022. A lista aumentou. Além dos municípios listados pela Amupe, outros nove divulgaram a decisão de cancelar ou suspender os festejos, incluindo as dos três maiores carnavais do estado, Recife, Olinda e Bezerros.

De todos os municípios, Carpina, na Mata Norte, foi o primeiro a cancelar a folia. O prefeito Manuel Botafogo comunicou a medida, que incluía a não realização da Festa de Reis. “Eu estou até me antecipando, avisando a vocês que 2022 não tem carnaval em Carpina. Não tem bloco de qualidade nenhuma”, reforçou ontem Botafogo, que assina decreto sobre o assunto nesta semana.

PRIVADOS A maioria dos prefeitos pernambucanos aguarda o pronunciamento do governo do estado, quanto às regras sanitárias, para decidir sobre a realização de eventos privados durante o carnaval. E o governador Paulo Câmara participanesta segunda-feira, às 14h30, de uma reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, na qual possíveis medidas restritivas serão discutidas e,posteriormente anunciadas,o que atenderia apelo dos munícipios.