Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Ministério da Saúde informa novo prazo para chegada de 55 mil doses pediátricas a Pernambuco

primeiro lote com 55 mil vacinas pediátricas contra a Covid-19 previsto para chegar a Pernambuco na madrugada desta sexta-feira (14) atrasou. Segundo informou o Ministério da Saúde à reportagem, a nova previsão é para as 10h40 desta sexta-feira.

Questionado pela Folha de Pernambuco sobre o motivo do atraso, o ministério informou que houve um “remanejamento” na logística, mas não deu maiores detalhes. A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) confirmou o atraso das vacinas e afirmou que mais detalhes deveriam ser repassados pela pasta federal.

A carga com os primeiros imunizantes que serão aplicados em crianças de 5 a 11 anos no Estado chegará no Aeroporto do Recife, na Imbiribeira, Zona Sul da capital pernambucana, em um voo da Latam. Procurada pela reportagem, a companhia aérea informou que “a programação dos embarques coordenada pelo operador logístico em Guarulhos mudou”.

Inicialmente, o voo com as doses deveria decolar do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, às 22h15 de quinta-feira (13) e pousar no Recife à 1h20 de sexta. Com essa previsão, a SES-PE esperava distribuir as doses a todas as gerências regionais do Estado na madrugada de sábado (15). Com o atraso no envio, ainda não há informações sobre uma nova logística de distribuição aos municípios.

Estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que há cerca de 1,1 milhão de crianças de 5 a 11 anos no Estado. O total de doses do primeiro lote corresponde, portanto, a cerca de 5,2% da população infantil agora apta a ser vacinada contra o coronavírus.

Ao todo, chegarão 4,3 milhões de doses para crianças ainda em janeiro, de acordo com o Ministério da Saúde. O imunizante usado será o da Pfizer, único aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em 16 de dezembro, há quase um mês, para uso em crianças dessa faixa etária.

Os primeiros grupos vacinados em Pernambuco serão o de crianças com comorbidades neurológicas, distúrbios do desenvolvimento e indígenas. A prioridade foi pactuada em reunião, esta semana, da Comissão Intergestora Bipartite (CIB).

As cidades pernambucanas se preparam para dar início à vacinação das crianças. O Recife usará dois postos exclusivos, o Sest/Senat, no Porto da Madeira, e o campus da UFPE, na Cidade Universitária. Em Jaboatão dos Guararapes, serão três, e a gestão municipal esperava começar a vacinação já neste sábado (15).