Procurar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

NOTA PÚBLICA


O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco, no uso de suas atribuições institucionais, preocupado com o momento atual da pandemia, vem a público, externar sua posição sobre a vacinação contra a COVID-19. Reiteramos nossa preocupação com as medidas adotadas até agora, pelo governo do Estado, que vêm se comprovando ineficazes para diminuição da taxa de infecção e mortalidade da COVID-19.

A vacinação deve ser fortemente estimulada no País, sendo um ato de proteção individual, mas, sobretudo, um ato cívico que beneficiará toda a população, devendo ser realizada pelo Estado de forma compulsória, alinhado ao entendimento do Supremo Tribunal Federal (Recurso – ARE 1267879).

O CREMEPE defende os princípios que norteiam o tratamento do paciente portador da COVID-19, quais sejam: valorização da relação médico-paciente, apoio irrestrito às condutas propostas pelas sociedades nacionais de especialidades médicas e comunidade científica internacional, apoio incondicional à conduta dos nossos médicos pela postura e autonomia ética demonstradas em defesa dos seus pacientes, tendo por foco uma medicina baseada em critérios puramente técnico-científicos. A todos os trabalhadores da saúde que atuam nas emergências, UTI e enfermarias, no confronto da COVID-19, o nosso profundo reconhecimento e respeito.

O CREMEPE comunica à população e comunidade médica que, tomando por base o que está ocorrendo no estado do Amazonas, este Conselho já notificou os diretores técnicos e diretores clínicos dos estabelecimentos públicos e privados de saúde, para que informem diariamente sua disponibilidade de oxigênio medicinal, equipamentos de proteção individual e insumos; ressaltando a importância do cumprimento à Resolução CREMEPE Nº 03/2020, no que tange à necessidade da atualização do Sistema de Notificações / CREMEPE COVID-19, haja vista ser urgente a manutenção de estoques condizentes com o aumento esperado de pacientes graves para os próximos meses.

Recife, 16 de janeiro de 2021.
A Diretoria