Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Crianças registradas em SP já vão receber CPF no cartório

certA partir desta terça-feira (1º), as crianças registradas no estado de São Paulo já vão receber o CPF no cartório. A medida também vai ser adotada em outros seis estados e no Distrito Federal.

O campo na certidão de nascimento, que normalmente ficava sem nenhuma informação, vai receber um número muito importante: o Cadastro de Pessoa Física, mais conhecido com CPF.

“Isso vai evitar um transtorno para a mãe, ter que pegar a certidão, sair correndo do hospital ou do cartório e depois tentar tirar um CPF no Poupa Tempo ou em qualquer outro órgão, né”, afirma o oficial de registro, Leonardo Munari de Lima.

Menos trabalhoso e sem custo. Nesta terça-feira (1), mais de 800 cartórios de Registro Civil do Estado de São Paulo passam a emitir o CPF junto com a certidão.

É muito importante que a criança tenha um número de CPF, mesmo que recém-nascida, porque existem várias situações em que a certidão de nascimento não é suficiente. Ela precisa do número, por exemplo, para ser incluída em um programa do governo e ter acesso aos benefícios, para receber remédios da rede pública e até ser incluída em um plano de saúde.

Só este ano, até outubro, a Receita Federal emitiu quase cem mil CPFs para crianças com menos de um ano de idade em São Paulo.

A Luiza, que nasceu nesta segunda-feira (30), já vai sair da maternidade com o documento garantido. “Hoje, na maioria das escolas, pede-se o CPF logo nos primeiros anos, na matrícula da criança, então eu acho que colabora com os pais, não terem que estar providenciando correndo essa documentação”, diz a professora Kátia Tofani Marchiori.