Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Cremepe garante qualidade do atendimento em Granito

leitos.granito

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) fiscalizou na quarta-feira (17/02) o Hospital Maria Senhorinha de Souza no município de Granito, localizado a 589 km do Recife. A unidade foi notificada pelo Conselho com um indicativo de interdição após a fiscalização do dia 19 de março de 2015, a gestão se posicionou favorável a resolver os déficits e a entidade validou as informações de melhoria.

Na fiscalização do ano passado a escala de profissionais estava defasada, não havia equipamentos básicos para o funcionamento de uma unidade de médio porte e a sala de raio-x estava dispersando a radiação, a esterilização era feita em outro município, além de não haver tratamento para o lixo hospitalar. Situação que foi modificada neste ano. A primeira informação identificada pelo presidente do Cremepe, Sílvio Rodrigues, e pela médica fiscal, Polyanna Neves é que a escala de médicos está completa com plantonistas todos os dias no hospital.

A estrutura física também foi modernizada, agora, a unidade conta com respirador, monitor, desfibrilador, aparelho de nebulização. Foi montada uma sala de esterilização e os resíduos hospitalares passaram a ser recolhidos por uma empresa especializada. As máquinas de raio-x também foram compradas pela secretaria, mas ainda falta instalar.

Para a auxiliar de sala de parto, Maria dos Santos, a visita do conselho foi fundamental para a melhoria do serviço. “Melhorou bastante, vários equipamentos foram comprados, na sala de parto, por exemplo, chegou o berço térmico para os bebês e está mais tranquilo realizar partos de baixo risco”, pontuou.

“Na primeira fiscalização encontramos a unidade em situação precária e levamos para a plenária que decidiu pelo indicativo de interdição, a gestão foi notificada e se comprometeu em readequar a unidade, mas comprovamos nesta nova visita que a maioria dos itens foram corrigidos, isso mostra a importância desse instrumento (fiscalização) do Conselho Regional de Medicina na garantia da saúde da população da cidade”, explicou Rodrigues.

 

foto 2 (4)

Não faltam equipamentos de reanimação.

foto 1 (4)

As máquinas de Raio-X já estão disponíveis para instalação.