Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Setembro verde de incentivo à doação de órgãos

Dados da SES – Entre janeiro e julho de 2020, foram realizados 455 transplantes em Pernambuco. O quantitativo é 51,6% menor que o mesmo período de 2019, quando foram realizados 940 procedimentos. 

Importante destacar que a diminuição foi provocada pela suspensão dos procedimentos eletivos de córnea pelo Ministério da Saúde (casos de urgência continuaram sendo realizados). Os de rim, em uma decisão colegiada dos centros transplantadores e o Estado, também foram suspensos, já que o paciente tem um tratamento substitutivo (hemodiálise), mas já voltaram a ocorrer desde a segunda quinzena de julho.

É preciso frisar, ainda, que, desde o início da pandemia, foram mantidos os transplantes de fígado, coração e medula óssea. 

A Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE) reforça a importância da doação de órgãos e tecidos e que este gesto de solidariedade pode salvar diversas vidas. É preciso continuar conscientizando a população sobre o tema e trazer o debate para o seio familiar, já que a doação, de acordo com a legislação brasileira, só pode ser autorizada por um parente de até segundo grau. Atualmente, a fila de espera conta com 1.425 pacientes, sendo 1.152 aguardando um rim.