Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Cremepe outorga medalha Fernando Figueira 2021

Em 2004, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Pernambuco (Cremepe) publicou a Resolução Nº 06 que instituiu a comenda Professor Fernando Figueira destinada aos médicos que tenham se destacado no exercício profissional da medicina, por sua conduta ética e responsabilidade social. A comenda é concedida todos os anos a três médicos de destaque do Estado. Neste ano (2021), a medalha será entregue ao pediatra Eduardo Jorge Fônseca, a oncologista Jurema Telles e ao patologista Horácio Fittipaldi, no dia 24 de novembro, através de uma solenidade para os agraciados que será transmitida através do YouTube do Cremepe.

MEDALHA – A honraria concedia pelo Cremepe considera a relevância desses profissionais para a sociedade pelo desempenho ético profissional da medicina e reconhece os esforços e a dedicação dos agraciados que exercem a medicina com ética, solidariedade e responsabilidade social, elevando o bom conceito dos médicos e da profissão.

AGRACIADOS –

Dr. Eduardo Jorge – Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (1987), Residência Médica em Pediatria realizada no IMIP (1990) , Mestrado em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal de Pernambuco (1993) e Doutorado em Saúde Materno-Infantil – IMIP(2014). Exerce no IMIP o cargo de Coordenador Geral da Pós-Graduação Lato Sensu (Residências e Estágios). É professor da Faculdade Pernambucana de Saúde, onde exerce o cargo de coordenador de tutores do segundo ano de graduação e é Pediatra Assistente da Universidade Federal de Pernambuco(UFPE). Atual vice presidente da Comissão Estadual de Residência Médica do Estado Pernambuco(CEREM-PE),tendo sido presidente da comissão por 5 anos.

Foi Presidente da Sociedade de Pediatria de Pernambuco(SOPEPE) no triênio 2016-2019, atualmente ocupa o cargo de vice-presidente da Sociedade.  Na Sociedade Brasileira de Pediatria participa da diretoria de Residência Médica; é membro do comitê de Imunização, além de representante regional de Pernambuco da Sociedade Brasileira de imunizações(SBIm).

Desde o início da pandemia, tem papel relevante nas discussões sobre a vacina contra a COVID-19, tornando-se membro dos comitês técnicos de assessoramento das Vacinas COVID da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco e do Ministério da Saúde.

Jurema Telles – Possui graduação em Medicina pela Universidade de Pernambuco(1995), é mestre em ciências médicas pela Universidade de Pernambuco, doutora em oncologia pelo INCA/IMIP .Também é especialista em Cancerologia Clínica pela AMB/SBC, em Bioética pela Universidade do Porto (Portugal) e coordenadora do serviço de Oncologia do Instituto de Medicina integral Prof. Fernando Figueira (IMIP), tutora da faculdade Pernambucana de Saúde, coordenadora do mestrado profissional associada a residência em saúde em cuidados paliativos-IMIP.

Nacionalmente é membro titular das Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) e internacionalmente é membro da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) e sociedade Europeia de oncologia clínica (ESMO). Dra. Jurema também é presidente da SBOC – Regional Nordeste (2019-21). Membro da câmara técnica CFM de oncologia e de cuidados paliativos .

Horário Fittipaldi – Formado em medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (1983), Dr. Horário é mestre em Patologia pela UFPE, especialista em Patologia e Medicina Legal pela AMB, além de professor responsável pelo Módulo “A Ética e a Legalidade da Prática Médica” e da disciplina de “Medicina Legal” do curso de medicina, professor responsável pela disciplina “Ética e Deontologia” do curso de fisioterapia da UFPE, além de médico do Serviço de Patologia do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira – IMIP.

FERNANDO FIGUEIRA – A medalha faz referência ao professor Fernando Figueira pelo seu perfil ético e o mérito do trabalho em prol da sociedade. O professor foi uma referência na medicina materno-infantil e deixou “como herança um dos maiores legados da medicina brasileira e uma lição de vida dedicada aos princípios da solidariedade, fraternidade e respeito aos mais carentes, assim como uma imensa dedicação ao ensino e à produção científica”, define o site do IMIP, instituição que fundou. “Conscientemente ou não, o homem somente se realiza plenamente, quando se esquece de sua individualidade, se eleva e se projeta como parte integrante do imenso corpo social ao qual pertence”, dizia Fernando Figueira.