Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

TJPE condecora médico pernambucano com a Medalha do Mérito Joaquim Nunes Machado

O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Fernando Cerqueira, entregou, no final da tarde da quarta-feira (16/9), a Medalha do Mérito Judiciário Desembargador Joaquim Nunes Machado, a mais alta condecoração do Poder Judiciário de Pernambuco, para 11 personalidades que se destacam por sua excelência nas áreas jurisdicional, de segurança pública, militar, médica, educacional, e jornalística, prestando serviços relevantes ao Judiciário pernambucano e, consequentemente, à sociedade. O médico cirurgião plástico Moisés Wolfenson foi agraciado com a honraria.

A outorga do título é parte das comemorações ao seu 199º aniversário de instalação do TJPE, e 200 anos de sua criação por meio de Alvará Régio, sendo denominado de Tribunal da Relação à época. A solenidade, sediada no Salão Nobre, no Palácio da Justiça, foi aberta pelo presidente do TJPE que explanou sobre o passado de lutas republicanas de Pernambuco, e da participação de Nunes Machado como militante ativo da causa, enaltecendo os símbolos de identidade regional, e citando a beleza musical do Hino de Pernambuco.

O desembargador Fernando Cerqueira certificou ainda que os homenageados receberam a medalha por serem reconhecidos pela dedicação e excelência em suas áreas profissionais, e declarou que eles “fazem agora parte da família judiciária”, e que se sentia “honrado em dar-lhes as boas vindas em nossa casa, o Palácio da Justiça como chefe do Poder Judiciário.

O cirurgião plástico, Moisés Wolfenson, único médico a receber a comenda em 2021 sentiu-se lisonjeado e emocionado com a homenagem. “É uma honra receber a Medalha do Mérito Judiciário Desembargador Joaquim Nunes Machado referendada pelo Tribunal pleno. Assim recebo, com muita emoção e contentamento a medalha desse herói pernambucano, magistrado, deputado federal atuante e líder da Revolução Praieira. Fico feliz por esse reconhecimento porque represento também a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, onde ciência, arte e cultura se fundam para formar uma especialidade de reconhecimento mundial. Obrigada a todos”, agradeceu Wolfenson.

O cirurgião plástico Moisés Wolfenson é formado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), desde 1971 e possui 10 livros publicados. O médico é doutor em Ciências Médicas e Biológicas pela Universidade Federal de São Paulo e é Professor de Cirurgia Plástica da Faculdade de medicina da Uninassau e foi, por oito anos, membro da Câmara técnica de Cirurgia Plástica do Cremepe.

Seguem os nomes dos 10 outros agraciados que receberam a Medalha do Mérito Judiciário na quarta-feira (15/09).

Capitão de Fragata da Marinha do Brasil, Clicie Gouveia de Almeida Couto

Juíza estadual Karla Fabíola Rafael Peixoto Dantas

Juiz de Direito Substituto estadual Rafael Souza Cardoso

Juíza Andrea Epaminondas Tenório de Brito

Juíza de Direito Substituta Catarina Vila Nova Alves de Lima

Juiz estadual aposentado José Gentil Pessoa Bezerra

Médico Cirurgião Plástico e escritor, Moisés Wolfenson

Diretora Presidente do Colégio Santa Maria, Rosa Amélia Emery Carneiro

Âncora dos telejornais da Rede Globo de Televisão, NE1(por 9 anos) e Bom Dia Pernambuco, e da Rádio de Jornalismo CBN, Clarissa Goes

Administrador Geral do Distrito Estadual de Fernando de Noronha, Guilherme Cavalcanti da Rocha Leitão

História – A Medalha do Mérito Judiciário Desembargador Joaquim Nunes Machado foi instituída pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, no ano de 1985, com a finalidade de homenagear pessoas físicas ou jurídicas que tenham prestado relevantes serviços à causa da Justiça ou pelos méritos excepcionais no campo do Judiciário. A outorga da homenagem é feita, anualmente, por ocasião das festividades de aniversário do Tribunal de Justiça de Pernambuco.

Com informações do TJPE