Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Simepe notifica UPA Imbiribeira e questiona irregularidades trabalhistas

Foto; Chico Carlos

Foto; Chico Carlos

O Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) notificou extra judicialmente na tarde de terça-feira (27.10), o Instituto Pernambucano de Assistência e Saúde (IPAS), gestor da UPA Imbiribeira, no Recife,  onde questiona as irregularidades trabalhistas impostas aos médicos pediatras daquela unidade de saúde.

Em documento com 11 páginas, a denúncia  aponta para a sonegação de direitos coletivos e individuais, jornada de trabalho, além do desrespeito ao repouso profissional dos médicos vinculados ao IPAS. Segundo os profissionais, A UPA Imbiribeira funcionava com dois profissionais por plantão, o que garantia a assistência adequada ao fluxo de pacientes.  No entanto, após a redução do número de pediatras, o serviço apresentou uma série de problemas e reclamações da população.

O documento foi entregue à Coordenação da Enfermagem da UPA pelo diretor do Simepe, Válber Stéfano e o advogado da Defensoria Médica (DM), Ricardo Santos. De acordo com a notificação, a  gestão da UPA Imbiribeira tem o prazo de 48 horas para se posicionar, sob as medidas  adotadas  para solucionar os pontos questionados. A falta de respostas e de posicionamento implicará em denúncia junto  à Superintendência Regional  do Trabalho e Emprego  (SRTE), ao Ministério Público do Trabalho (MPT) ,ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e ao Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe)