Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Cremepe vistoria agência da previdência da avenida Recife

prontuario Médicos peritos estão trabalhando em situação inadequada. Esta é a primeira impressão do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) sobre a atuação dos profissionais nas agências. Faltam insumos, estrutura física e recursos humanos. Esta semana a entidade começou uma série de fiscalizações nas agências. Só Recife possui oito agências de previdência social que funcionam das 07 às 17h com atendimentos de perícia médica.

Na tarde de terça-feira (19/01) o presidente do Conselho, Sílvio Rodrigues, e o médico fiscal, Sylvio Vasconcellos vistoriaram a Agência da Previdência Social (APS) Jaboatão que está funcionando de maneira improvisada no galpão de arquivo da previdência enquanto a reforma da unidade não é entregue. Desde de agosto do ano passado os atendimento estão sendo realizados no galpão na avenida Recife. Foram montados três consultórios e a parte do administrativo.

Porém, no momento da fiscalização não havia nenhum funcionário do administrativo, a segurança era precária, onde o detector de metais não estava funcionando, a climatização e acessibilidade eram inexistentes, faltavam insumos e os pacientes precisam levar o material para curativos, não havia local para materiais contaminados e a parte de arquivo de Jaboatão e Areias é péssima.

recPara o médico fiscal do Cremepe, Sylvio Vasconcellos a unidade é mal localizada e os profissionais estão trabalhando em uma unidade sem estrutura, além disso, documentos como prontuário médico devem ser guardados em locais adequados com climatização e aparelho para umidade. “Improvisado não precisa ser inadequado” concluiu Vasconcellos.