Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Cremepe fiscaliza Samu e Policlínica

Samu de Goiana

Samu de Goiana

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), após denúncias do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), fiscalizou na quarta-feira (20/01), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do município de Goiana.

A denúncia foi feita por  má qualidade de trabalho e falta de estrutura no local. O Samu atende 15 cidades com três ambulâncias básicas, uma UTI móvel e uma motolância. Entretanto, as portas laterais das ambulâncias básicas estão quebradas, apenas a porta traseira para fluxo.

 

Samu Goiana| Foto: Priscilla Fernandes

Samu Goiana| Foto: Priscilla Fernandes

Outro problema encontrado é a motolancia, que não está cadastrada no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), também há infiltrações e fiação elétrica exposta.

Para o médico fiscal Otávio Valença a situação da unidade é precária. ” É impossível a estrutura do Samu atender 58 funcionários que trabalham na unidade. Não tem espaço para eles”, afirmou.

 

 

 

Policlínica Nossa senhora da Vitória |Foto: Priscilla Fernandes

Policlínica Nossa senhora da Vitória |Foto: Priscilla Fernandes

Ainda pela manhã o Cremepe fiscalizou a Policlínica Nossa Senhora da Vitória, no centro de Goiana. A unidade não tem atendimento de urgência, apenas ambulatorial. Os atendimento são feitos com hora marcada, não tendo demanda espontânea.

A policlínica atende em média de 300 pacientes por dia, faz consultas de psicologia, fonoaudiólogia, pediatria, mastologista, dermatologista, cardiologista, ginecologista e possui laboratório dentro da unidade.

O médico fiscal do Cremepe, constatou que há infiltrações e as goteiras ao longo da unidade.