Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Cremepe participa da formatura dos residentes da Prefeitura do Recife

Uma atenção à saúde centrada nas pessoas. Esse foi o ponto mais lembrado durante a cerimônia de conclusão dos Programas de Residências em Saúde da Prefeitura do Recife, nesta segunda-feira (25), quando se formaram 78 residentes das nove especialidades ofertadas. A solenidade da Secretaria de Saúde do Recife (Sesau) aconteceu no auditório do Banco Central, no bairro de Santo Amaro, com o objetivo de preparar profissionais e qualificar trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS) para o fortalecimento das redes de atenção à saúde e da gestão descentralizada. O presidente do Cremepe, Mario Fernando Lins, participou da solenidade e destacou a importância dos profissionais “auscultarem e escutarem os pacientes pois muitas vezes se fala com o outro lado do mundo, mas esquecemos quem está do outro lado da mesa”, disse Lins.

Para o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, a educação dos profissionais de saúde é um processo multidirecional e que está em constante evolução, por isso é importante estar sempre atento às necessidades da população. “O processo de formação de vocês não para aqui. Esse é apenas um rito de passagem que abre portas para que, fundamentalmente, vocês possam aprender ainda mais. Eu espero que a residência tenha ajudado nesse aspecto e que vocês se reinventem diariamente para desenvolver um trabalho humanizado”, aconselhou o gestor.

Os programas realizados pela Diretoria Executiva de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde (Degtes) duram dois ou três anos, dependendo da especialidade. Durante este período, os recém-formados profissionais atuam, aliando teoria e prática, na atenção básica e na média complexidade do Recife, em unidades de saúde da família, policlínicas e maternidades da rede municipal.

Uma das formandas desta segunda foi a fonoaudióloga Brígida Albuquerque, 24 anos, que foi residente do Programa Multiprofissional em Saúde da Família e considera a residência um divisor de águas na carreira dela. “Foi muito intenso, não apenas pela carga-horária, mas também em função do aprendizado que tivemos. Com a conclusão do programa, me sinto muito mais segura. A residência realmente é uma pós-graduação padrão ouro, que forma gente com uma nova visão. Temos tudo para sermos profissionais diferenciados no mercado de trabalho”, destacou.

Anualmente, 192 profissionais são formados pelos programas de residência da Sesau. Entre as áreas ofertadas estão Medicina de família e comunidade, Médica em psiquiatria, Enfermagem em atendimento pré-hospitalar, Enfermagem obstétrica, Multiprofissional em saúde coletiva, Multiprofissional na rede de atenção psicossocial, Multiprofissional em saúde da família, Multiprofissional em Vigilância em Saúde e Odontologia em saúde coletiva.

Fonte: Sesau