Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Primeira dama do Estado recebe Cremepe para discutir o alerta Amber

123Nesta sexta-feira (30/09), o presidente do Cremepe, André Dubeux, e o coordenador da comissão de assuntos sociais do CFM, Ricardo Paiva, apresentaram as estratégias do alerta Amber para a primeira dama do Estado, Ana Luiza Câmara, e secretários de governo, no Palácio do Campo das Princesas, bairro de Santo Antônio. O objetivo do encontro foi mostrar o alerta que já funciona em 17 países do mundo e discutir a possibilidade de implantação no Estado. “Nós queremos que Pernambuco seja o primeiro Estado do Brasil e da América latina a implantar o Alerta Amber para o resgate de crianças desaparecidas”, destacou Paiva.

As entidades propõem que a própria autoridade policial emita o boletim de ocorrência, comunique ao cadastro nacional das crianças desaparecidas e através de uma parceria com as operadoras de telefonia do Estado sejam enviados a todos os telefones de Pernambuco uma mensagem por SMS ou whatsapp com a informação da criança desparecida. A pauta já foi discutida anteriormente com o secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia e com as operadoras, entretanto, há a necessidade de um lastro legal, ou seja, autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para disponibilizar o banco de dados dos contatos telefônicos à secretaria de Defesa Social para disparar o alerta.

O alerta já funciona em casos de desastres e até de desaparecimentos e será fundamental para reduzir o número de crianças interceptadas para prostituição, trabalho escravo ou tráfico de órgãos. É uma medida que não é cara para o Estado ou operadoras e garante a responsabilidade social das empresas. A primeira dama se colocou totalmente favorável a implantação do alerta e junto com os secretários marcou uma nova reunião com representantes das operadoras de telefonia de Pernambuco, um representante da Anatel e acionará o secretário de Saúde do Recife. O encontro foi marcado para o dia 10 de outubro na secretária de Direitos Humanos de Pernambuco.

Também participaram da reunião o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, secretário executivo da Casa Civil, Marcelo Canuto e da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Jaime Alheiros, além de Franklin Azoubel e Manoel Vasconcellos da Secretaria da Fazenda do Estado.

Dados

Hoje, 25 milhões de crianças desaparecem no mundo. O Brasil insiste em dizer que são 15 mil crianças desaparecidas enquanto a Inglaterra assume que 400 mil e os EUA 600 mil desparecidos por ano. Desde 2011 o CFM vem trabalhando nesta área.

} else {