Pesquisar
Agendar Atendimento

Serviços

ver todos

Nota Oficial

Repudia atos e movimentos que se apresentem contrários à democracia.

9
Array
(
    [0] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 4
            [name] => Destaques
            [slug] => destaques
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 4
            [taxonomy] => category
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 933
            [filter] => raw
            [cat_ID] => 4
            [category_count] => 933
            [category_description] => 
            [cat_name] => Destaques
            [category_nicename] => destaques
            [category_parent] => 0
        )

    [1] => WP_Term Object
        (
            [term_id] => 3
            [name] => Notícias
            [slug] => noticias
            [term_group] => 0
            [term_taxonomy_id] => 3
            [taxonomy] => category
            [description] => 
            [parent] => 0
            [count] => 8989
            [filter] => raw
            [cat_ID] => 3
            [category_count] => 8989
            [category_description] => 
            [cat_name] => Notícias
            [category_nicename] => noticias
            [category_parent] => 0
        )

)
					Array
(
    [0] => destaques
    [1] => noticias
)
NÃO tem				

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco declara que repudia veementemente qualquer ato ou movimento que se apresente contrário à democracia.

A nação, mais que nunca, nessa hora de sofrimento, necessita do equilíbrio, da sensatez e da harmonia de suas instituições e de seus poderes constituídos.

Devemos seguir o ordenamento jurídico e social como cidadãos que somos e temos o direito de ser, aqui enfatizando o ordenamento da saúde com as normas emanadas da OMS, do Ministério da Saúde, e das secretarias estaduais e municipais de saúde. Defendemos, de maneira intransigente, os médicos e demais profissionais, que laboram com o sacrifício da própria saúde, para salvar vidas e minorar o sofrimento do povo. Exigimos a proteção integral desses profissionais que tanto orgulham esse nosso Brasil. Nesse diapasão, vemos com preocupação e registramos nossa repulsa, à prática de se contratar médicos através de Pessoas Jurídicas, desprotegendo-os totalmente e às suas famílias, quando todos sabem do alto índice de adoecimento e até de morte desses trabalhadores que estão na linha de frente.

O CREMEPE jamais se furtou nem se furtará em marcar sua posição nos temas relevantes da nação, que nossa voz se some às vozes que defendem a vida, a liberdade e a justiça.

Recife, 22 de abril de 2020.